Filippo Ganna vence o CRI Do UAE Tour, Pogacar é o novo Líder e João Almeida está em 2º na Geral


O ciclista Italiano Filippo Ganna (Ineos Grenadiers) demonstrou suas qualidades como Campeão Mundial de CRI ao se impor com autoridade na prova de 13 quilômetros do Tour dos Emirados Árabes Unidos, disputado na Ilha de Al Hudayriat, na qual o Esloveno Tadej Pogacar (Emirados Árabes Unidos) saiu como líder.

Houve pouca discussão sobre a vitória. Ganna, o gigante de Verbania, prevaleceu com autoridade com um tempo de 13 minutos e 56 segundos, o único que fez abaixo de 14 minutos, e com uma velocidade supersônica de 55.981 km/h. Principais palavras assinadas pelo Bicampeão Italiano, já com três vitórias em 2021.

O segundo lugar ficou com o Suíço Stefan Bissegger (EF Education-Nippo), a 14 segundos de Ganna, terceiro para o Dinamarquês Mikkel Bjerg (Emirados Árabes Unidos), com 21, e o quarto e novo líder, o Esloveno Tadej Pogacar (Emirados Árabes Unidos), terminando um dia brilhante para o Team da casa, a 24 segundos de distância. O espanhol Luis León Sánchez (Astana) estava entre os melhores, foi o quinto a meio minuto e o Português João Almeida foi o sexto com o mesmo tempo.

O Holandês Mathieu Van der Poel não conseguiu defender a liderança ao ser excluído de sua equipa, Alpecin-Fenix, depois que um membro da estrutura testou positivo para Covid-19. A camisola vermelha passou pelas costas de Pogacar, que estará na terceira Etapa como líder.

Tadej Pogacar

No dia da montanha Pogacar entrará com cinco segundos de vantagem sobre o Português João Almeida (Deceuninck-Quick Step), com o sexto tempo. Em terceiro lugar está o Italiano Mattia Cattaneo, com 18 anos.

A primeira referência séria foi definida na linha de chegada pelo Suíço Stefan Bissegger (EF Education-Nippo), de 22 anos, Vice-Campeão do Mundial sub-23, com um tempo de 14 minutos e 10 segundos, um voo considerável superior a 55 km/hora. Luis León Sánchez foi o terceiro a 16 segundos.

João Almeida

Atleta da Quick-Step descendo a rampa, o português de 22 anos fez um esforço sólido, apesar do percurso não estar completamente ao seu gosto, e depois de estabelecer o nono melhor tempo no CRI, ele aumentou o ritmo e concluiu a única etapa da corrida contra o relógio em 14:26. Uma velocidade média de 54km/h ajudou João a entrar no top 10 no final, resultado que o impulsionou para o segundo lugar na geral, apenas alguns segundos atrás do novo líder do Tour dos Emirados Árabes Unidos.

”Hoje estava um vento muito forte, mas dei tudo e estou muito feliz com meu resultado. É a minha primeira corrida da temporada e é uma sensação agradável saber que estou no pódio depois de duas etapas difíceis. Estamos em uma boa posição para o primeiro final de montanha e vamos continuar assim, levando-o dia a dia e vendo onde isso nos leva”, disse Almeida, o novo detentor da camisola dos pontos e pontos intermédios, após seu sexto lugar na etapa de segunda-feira.

Top 10 da Etapa:

1.Filippo GANNAINEOS GRENADIERSITA13:560:00
2.Stefan BISSEGGEREF EDUCATION – NIPPOSUI14:100:14
3.Mikkel BJERGUAE TEAM EMIRATESDEN14:170:21
4.Tadej POGACARUAE TEAM EMIRATESSLO14:200:24
5.Luis Leon SANCHEZASTANA – PREMIER TECHESP14:260:30
6.João ALMEIDADECEUNINCK – QUICK-STEPPOR14:260:30
7.Maximilian Richa WALSCHEIDTEAM QHUBEKA ASSOSGER14:280:32
8.Stefan DE BODASTANA – PREMIER TECHRSA14:290:33
9.Daniel Felipe MARTINEZ POVEDAINEOS GRENADIERSCOL14:320:36
10.Matthias BRÄNDLEISRAEL START-UP NATIONAUT14:340:38

Top 10 após a 2ª Etapa:

1.Tadej POGACARUAE TEAM EMIRATESSLO4:00:050:00
2.João ALMEIDADECEUNINCK – QUICK-STEPPOR4:00:100:05
3.Mattia CATTANEODECEUNINCK – QUICK-STEPITA4:00:230:18
4.Chris HARPERJUMBO-VISMAAUS4:00:380:33
5.Adam YATESINEOS GRENADIERSGBR4:00:440:39
6.Neilson POWLESSEF EDUCATION – NIPPOUSA4:00:460:41
7.Anthony ROUXGROUPAMA – FDJFRA4:00:500:45
8.David DEKKERJUMBO-VISMANED4:00:510:46
9.Michael MØRKØVDECEUNINCK – QUICK-STEPDEN4:00:520:47
10.Mattias JENSENTREK – SEGAFREDODEN4:00:530:48

Próxima etapa, 3ª: Al Ain – Jebel Hafeet

Vídeo da 2ª Etapa:

VEJA TAMBÉM

Tim Merlier vence Le Samyn 2021

O ciclista Belga Tim Merlier (Alpecin-Fenix) ganhou a 53ª Edição do G.P. Le Samyn, prova com 205,4 quilômetros entre as cidades de Quaregnon e Dour,