Comunicado da Federação Portuguesa de Ciclismo para a retoma do Ciclismo

Atendendo à impossibilidade de realização de atividades desportivas de ciclismo para não profissionais e/ou elite, a Federação Portuguesa de Ciclismo informa que, de acordo com os decretos que regulam o estado de emergência, os calendários competitivos para as categorias de escolas, cadetes, juniores, sub-23 e masters estão suspensos.


 A Federação Portuguesa de Ciclismo está a trabalhar na reorganização dos calendários desportivos amadores (de escolas a sub-23 e masters) para que a atividade possa ser retomada logo que os decretos do estado de emergência o permitam.
 
Neste momento, apenas estão autorizadas pelas entidades oficiais competições exclusivamente de categoria absoluta (elite/profissionais), mas com restrições, necessidade de cumprimento de normas sanitárias decorrentes da situação pandémica e ausência de público. Esta circunstância afeta diretamente a maioria dos eventos de ciclismo. Desde logo, impede a realização de encontros de escolas, provas de estrada de camadas jovens e provas de massas ou de masters. Por outro lado, as competições de estrada femininas, as corridas de BMX e de todas as disciplinas de BTT juntam todas as categorias, não sendo possível a sua realização no formato habitual no atual contexto.

Atendendo à importância desportiva, mas também social e económica, do ciclismo profissional de estrada, o respetivo calendário está numa fase mais adiantada de renovação, embora esteja dependente da mobilização dos diferentes parceiros que colaboram com os organizadores, prevendo-se a retoma de competição profissional para o dia 10 de abril.
 
Entretanto, recordamos que:
– Os praticantes profissionais e equiparados (atletas em programa de alto rendimento desportivo, atletas em projeto olímpico e atletas em projeto paralímpico) podem treinar em contexto individual e coletivo (com atletas da mesma equipa ou contexto desportivo);
– É permitida a prática de exercício físico na via pública, respeitando as indicações das autoridades de saúde e as medias de limitativas de circulação em vigor em cada momento.

VEJA TAMBÉM