Joni Brandão da (W52-FC Porto) venceu a Clássica Aldeias do Xisto 2021

Joni Brandão (W52-FC Porto) venceu hoje a Clássica Aldeias do Xisto, uma Etapa de 142,1 quilómetros entre as aldeias da Benfeira, Arganil, e do Fajão, Pampilhosa da Serra, pontuável para a Taça de Portugal Jogos Santa Casa.

Foto:FPC


A corrida ficou marcada pela exigência do traçado, atravessando a serra do Açor, mas também pela chuva intensa e pelo frio, que foram obstáculos de monta para o pelotão nacional de equipas continentais e de clube.

A movimentação dos favoritos aconteceu na segunda e mais difícil das subidas pontuáveis para a classificação da montanha.
Foi nos Cêpos que Joni Brandão e José Neves (W52-FC Porto), Tiago Antunes e Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua) e Frederico Figueiredo (Efapel) fizeram a “ponte” para a cabeça de corrida, onde, dos dez fugitivos iniciais apenas resistiram Ricardo Vilela (W52-FC Porto) e Pedro Andrade (Hagens Berman Axeon).

Os 2500 metros da subida para a meta, disputados sob uma violenta carga de água, permitiram que se destacassem ligeiramente três corredores. Frederico Figueiredo foi o primeiro a atacar, à entrada dos últimos 200 metros, mas não surpreendeu Joni Brandão, que seria vencedor ao fim de 3h43m08s de prova. Tiago Antunes gastou mais 4 segundos e Frederico Figueiredo ficou a 6 segundos da glória.

Foto:FPC


A participação na primeira fuga e a capacidade de manter-se entre os melhores rendeu a Pedro Andrade o título de melhor jovem do dia, terminando no sétimo lugar, a 10 segundos do vencedor. Ricardo Vilela também foi premiado pela ousadia de escapar, acabando como rei dos trepadores. A W52-FC Porto triunfou por equipas.
O pelotão português volta à estrada no próximo domingo, dia da Clássica da Arrábida, prova do calendário internacional.

VEJA TAMBÉM