João Almeida está de saída da Deceuninck-QuickStep!

Patrick Lefevere confirmou no 1º dia do Giro d’ Itália (08/05/2021) que João Almeida não irá seguir com a Deceuninck-QuickStep na próxima temporada!

No dia em que iniciou o Giro D’Itália, Patrick Lefevere detonou uma bomba na sua crónica semanal ao jornal belga, Het Nieuwsblad, ao afirmar que João Almeida irá sair da equipa da Deceuninck-QuickStep.

Lefevere afirmou que o agente de João Almeida “foi muito pouco respeituoso”, utilizando expressões durante as negociações como “Patrick, eu juro pelo meu filho” que João Almeida vai renovar pela Deceuninck-QuickStep.

Algo que não se verificou, sendo agora claro que o ciclista português de 22 anos não irá seguir com a formação belga, onde João Almeida está desde 2020. Rumores ligam o atleta português à Bora-hansgrohe, Team Movistar, onde está o português Nelson Oliveira e UAE – Team Emirates, onde estão os portugueses Rui Oliveira, Ivo Oliveira e Rui Costa.

O líder da Deceuninck-QuickStep também abordou diretamente a estratégia da equipa para a Volta a Itália, rematando a questão da liderança da seguinte forma:

“Não me interessa se ganho a Volta à Itália com um português ou um belga. Quem me conhece, sabe que o mais importante para mim é a camisola da equipa e não a bandeira ou pais”.

Por isso, Lefevere espera que os dois jovens prodígios estejam prontos para trabalharem em sintonia em prol do melhor para a Equipa, caso a situação de corrida assim o exija:

“Para ser franco, se o Remco for o mais forte dos dois e o João não fizer o que esperamos dele, a bicicleta dele fica no camião e pode ir para casa. Mas o mesmo acontece se for ao contrário.”

Assim, Lefevere espera que seja a estrada a decidir quem é o líder da equipa na corrida.

Recordamos que João Almeida foi 4⁰ na última edição da Volta à Itália e Remco Evenepoel se estreia pela primeira vez numa numa Prova de 3 semanas.

VEJA TAMBÉM