Giulio Ciccone também abandona o Giro d’ Itália após a queda de ontem


O ciclista italiano Giulio Ciccone (Trek-Segafredo), décimo na geral, não deu início à décima oitava etapa do Giro d’Italia entre Rovereto e Stradella, a mais longa desta edição com 231 quilômetros de viagem, em sequência das lesões que sofreu na queda de ontem (17ª Etapa).

“Infelizmente, o corredor não estará na saída da Etapa. Apesar de uma noite conturbada, com alguns décimos de febre, Ciccone apareceu no controle de assinaturas, mas após uma reavaliação do médico da equipa pouco antes da partida, o abandono foi decidido”, relata sua equipa.

Ciccone (Chieti, 26), que venceu duas etapas no Giro d’ Itália e vencedor da Camisola Azul da montanha de 2019, que sofreu uma queda na véspera (17ª Etapa), na qual o belga Remco Evenepoel (Deceuninck-Quick Step) também estava envolvido, e que ontem à noite anunciou seu abandono.

Diante da inconveniência do italiano, a equipa optou por seu abandono “para garantir sua saúde e segurança na corrida”.

Ciccone era o homem forte da equipa Trek-Segafredo ao lado do ‘Shark’ Vincenzo Nibali, que agora deve jogar seus truques sem o apoio de um trepador forte como Ciccone.

VEJA TAMBÉM