Maurício Moreira da Equipa Efapel foi o grande vencedor da 1ª Edição do GP Ciclismo Douro Internacional, Tomás Contte venceu a última Etapa

Maurício Moreira (Efapel) foi o grande vencedor da 1.ª edição do Grande Prémio Douro Internacional, mantendo a camisola que vestiu desde o primeiro dia de prova e mostrando a sua consistência ao longo da corrida.

Foto: Miguel Pereira-Global Imagens

O vencedor do dia foi o argentino Tomas Contte (Louletano/Loulé Concelho), seguido de Iuri Leitão (Tavfer/Measindot/Mortágua) e Daniel Freitas (Rádio Popular/Boavista).

Foto: Miguel Pereira-Global Imagens

O pódio da geral individual, encabeçado por Mauricio Moreira, contou ainda com José Neves, a 39 segundos, e Tomás Contte, a 48. O uruguaio da Efapel ganhou também a classificação por pontos.

Gonçalo Amado (Antarte-Feirense) foi coroado rei da montanha, Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua) impôs-se nas metas volantes, Rui Vinhas (W52-FC Porto) venceu a classificação dos sprints e Emanuel Duarte (Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel) leva para o Algarve a camisola autarquias. João Medeiros (LA Alumínios-LA Sport) acabou a corrida como melhor jovem e Filipe Campos (Santa Maria da Feira/Segmento D’Época/Reol) foi o melhor elemento das equipas de clube. A Rádio Popular-Boavista triunfou coletivamente.

Foto: Miguel Pereira-Global Imagens

VEJA TAMBÉM