IÚRI LEITÃO COM MEDALHA DE PRATA NO CONCURSO DE OMNIUM

Iúri Leitão foi hoje o segundo classificado no concurso de omnium da ronda da Taça das Nações de Pista realizada em São Petersburgo, Rússia. Em três dias de competição, Portugal arrecadou quatro medalhas.

Foto: FPC

A disciplina de omnium, enquanto parte do programa dos Jogos Olímpicos, é uma das mais competitivas de qualquer evento internacional de pista. A Taça das Nações de São Petersburgo não foi exceção, embora a entrada de “leão” do corredor português fizesse parecer que a disputa seria fácil.

Iúri Leitão ganhou as corridas de scratch e tempo, as primeiras do concurso de omnium. O terceiro lugar em eliminação não ofuscou o sucesso do vianense que chegou à corrida por pontos no topo da classificação geral.

Foto: FPC

Os adversários do português não se intimidaram com o desempenho autoritário de Leitão na primeira metade do concurso, e atacaram ao longo de toda a corrida por pontos, fazendo com que esta prova se disputasse com grande intensidade.

O mais bem sucedido foi o bielorrusso Yauheni Karaliok, que ganhou três voltas ao pelotão e ainda pontuou em quatro sprints. Os 75 pontos conquistados na corrida por pontos catapultaram Karaliok para a primeira posição, com um total de 177 pontos. Iúri Leitão defendeu-se bem, ganhou duas voltas ao pelotão e pontuou em quatro sprints. Com este desempenho desceu ao segundo lugar da geral, com 166 pontos. O suíço Claudio Imhof fechou o pódio, com 144 pontos.

Portugal termina a ronda russa da Taça das Nações com quatro pódios. Maria Martins venceu as disciplinas de omnium e eliminação, João Matias e Iúri Leitão ficaram com a medalha de prata em madison, o mesmo metal hoje conseguido por Leitão em omnium.

VEJA TAMBÉM