Beatriz Roxo oitava classificada no Campeonato do Mundo de Omnium

Beatriz Roxo foi hoje a oitava classificada no concurso de omnium do Campeonato do Mundo de Pista para Juniores, que decorre no Cairo, Egito.

Foto: FPC

A corredora portuguesa começou o dia garantindo um lugar entre as 20 finalistas da prova olímpica. Garantida a vaga entre as melhores, Beatriz Roxo teve uma prestação em crescendo, que lhe garantiu a melhor classificação até ao momento neste Campeonato do Mundo.

A representante de Portugal começou por ser 12.ª classificada em scratch, Na corrida tempo foi 11.ª, sendo 14.ª na eliminação. Com estas prestações iniciou a corrida por pontos no 13.º posto da classificação geral.

Na prova decisiva, Beatriz Roxo esteve em grande nível. Ganhou uma volta ao pelotão, venceu um sprint pontuável intermédio e ainda foi a primeira a cruzar a meta na última volta. Foi a melhor em pista na corrida por pontos o que lhe valeu a subida ao oitavo posto final, com 87 pontos.

“Fizemos um longo dia de pista, começando pelas qualificações no período da manhã. À tarde, nas corridas, a Beatriz foi melhorando em todas elas nos fatores técnicos, táticos/estratégicos e capacidade motora face, às corridas anteriores. Tínhamos como objetivo manter e se possível melhorar, e foi isso que implementamos e conseguimos, fruto de uma atitude audaz e proactiva da Beatriz. Fomos em busca dos pontos e conseguimos somar 35 na corrida de pontos. Estou muito satisfeito com a evolução e a capacidade de aprendizagem da Beatriz, que são os nossos objetivos prioritários de curto médio prazo”, revelou Gabriel Mendes, selecionador nacional de pista.

A russa Inna Abaidullina conquistou a medalha de ouro, com 122 pontos, mais quatro do que a estadunidense Kaia Schmid e mais doze do que a italiana Valentina Basilico, que completaram o pódio.

Beatriz Roxo encerra a participação no primeiro Mundial da carreira neste sábado, competindo na corrida por pontos.

VEJA TAMBÉM

Valgren vence o Giro della Toscana 2021

O ciclista dinamarquês Michael Valgren (EF Education-Nippo) venceu sozinho no Giro della Toscana, disputado com largada e chegada em Pontedera e um percurso de 191,5