Buno Sancho e Melissa Maia Vencem Nacionais de Maratona BTT

PARTILHJE

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

DETALHES

Bruno Sancho (Korpo Activo/Penacova) conquistou em casa o título de campeão nacional de Maratona BTT (XCM), que se disputou em Mortágua. No setor feminino foi Melissa Maia (Team Farto/BTC) a sagrar-se campeã nacional.

Foto: FPC

Hoje foi dia de coroar os campeões nacionais de Maratona BTT (XCM), em Mortágua, numa prova que ficou marcada pelo mau tempo. A chuva e o frio, que se fizeram sentir durante todo o dia, levaram a que os atletas tivessem de enfrentar um percurso muito mais complicado, com água e lama à mistura.

No setor masculino, a dureza da prova acabou por ir partindo o pelotão, deixando um grupo reduzido de corredores na frente da corrida. Entre eles estava Tiago Ferreira (DMT Racing Team) que tinha conseguido recuperar depois de furar logo na fase inicial. O azar acabaria por lhe voltar a bater à porta, que tornou a furar durante a segunda de três voltas ao percurso e a não concluir a prova. 

Após o abandono de Tiago Ferreira, restaram apenas quatro corredores na frente da corrida, entre eles Bruno Sancho (Korpo Activo/Penacova) que atacou na fase final, seguindo isolado até à linha de meta. Roberto Ferreira (DMT Racing Team) foi segundo, a 4m12s do vencedor, com Andrew Henriques (BTT Loulé/Elevis) a fechar o pódio na terceira posição, a 14m28s.

Melissa Maia (Team Farto/BTC) dominou a prova feminina, depois de ter atacado ainda a meio da primeira volta. A corredora conseguiu ganhar uma vantagem confortável sobre as adversárias e seguiu a solo até ao final. Ana Antunes (Ser e Parecer Publicidade – Cycling Project) foi segunda, a 15m22s de Melissa Maia e, logo a seguir, foi a vez de Celina Carpinteiro (BTT Loulé/Elevis) cortar a meta, em terceiro, a 15m41s.

Foto: FPC

Nas categorias de veteranos masculinos impuseram-se o master 30 Filipe Ramos (Guilhabreu BTT), o master 35 José Lourenço (SPAC BTT), o master 40 Nuno Inácio (BTTGardunha/Fundão/Create), o master 45 Pedro Dias (SPAC BTT), o master 50 Carlos Soares (SAERTEX Portugal/Edaetech), o master 55 Fernando Gonçalves (CTM-Vila Pouca/CEPSA Casa Lima Chaves), o master 60 Rui Bacharelnorte (Individual) e o master 65 Carlos Correia (BTT Loulé/Elevis).

Já no setor feminino, o destaque vai para a master 30 Lurdes Gonçalves (Clube de Ciclismo de Castelo Branco), a master 40 Raquel Santos (BTT Seia) e para a master 50 Filomena Paulo (Róódinhas/Santos Silva).

Nas bicicletas de assistência eléctrica foram Andreia Dias (Efapel-Escola de Ciclismo de Águeda) e Carlos Brás (Golden Club Cabanas/Núcleo Sporting CP de VRSA) a sagrarem-se campeões nacionais.

Na categoria de paraciclismo, na classe C foi José Castanheira (BTT Serra do Açor) a conquistar o título de campeão nacional. Já na classe D, a vitória foi para Tiago Craveiro (Individual).