Rafael Silva (Efapel Cycling) venceu a primeira etapa da Clássica Ribeiro da Silva

PARTILHJE

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

DETALHES

Rafael Silva (Efapel Cycling) venceu a primeira etapa da Clássica Ribeiro da Silva num sprint reduzido em Paredes, batendo Luís Mendonça (Glassdrive-Q8-Anicolor) e Hugo Nunes (Rádio Popular-Paredes-Boavista).

A primeira etapa da Clássica Ribeiro da Silva disputou-se hoje entre Sobreira e Paredes, num percurso de 138,9 quilómetros. Apesar das várias tentativas de fuga na primeira metade da etapa, a equipa Glassdrive-Q8-Anicolor, que comandava o pelotão, conseguiu ir anulando todas essas iniciativas.

A cerca de 20 quilómetros para o final, após a primeira passagem pela meta, um grupo de cinco ciclistas conseguiu ganhar uma curta vantagem em relação ao pelotão. A este grupo juntaram-se mais dois corredores, formando uma fuga que chegou a ter uma vantagem de quase um minuto para o grupo principal. Entre os fugitivos estavam Luís Fernandes e Hugo Nunes (Rádio Popular-Paredes-Boavista), Rafael Silva e Tiago Antunes (Efapel Cycling), Luís Mendonça (Glassdrive-Q8-Anicolor), Gonçalo Carvalho (Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados) e Ricardo Vilela (W52-FC Porto). Samuel Blanco (Atum General-Tavira-AP Maria Nova Hotel) ainda saltou do pelotão, tentando chegar à frente da corrida, mas sem sucesso.

Nesta última parte da etapa tanto a equipa Aviludo-Louletano-Loulé Concelho como a equipa Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados assumiram as despesas da corrida, numa tentativa de alcançarem os fugitivos. Este esforço acabou por não compensar com a vitória a ficar decidida num sprint reduzido entre os corredores que seguiam na frente da corrida. 

Rafael Silva foi mais forte, batendo Luís Mendonça e Hugo Nunes, respetivamente segundo e terceiro classificados na etapa. Na geral, com as bonificações, Rafael Silva segue para a segunda e última etapa na liderança, com dois segundos de vantagem para Luís Mendonça e três segundos para Hugo Nunes. Rafael Silva lidera a classificação geral por pontos, Hugo Nunes a geral das metas volantes, Luís Gomes (Kelly-Simoldes-UDO) a geral da montanha e Tomás Bauwens (Almodôvar/Delta-Cafés/Crédito Agrícola) a geral do melhor corredor entre as equipas de clube. A Rádio Popular-Paredes-Boavista lidera a classificação geral por equipas.

A segunda e última etapa da prova vai disputar-se amanhã entre Rebordosa e Lordelo, um percurso de 136 quilómetros.