Luís Mendonça vence a 2ª Etapa e a geral da Clássica Ribeiro da silva

PARTILHJE

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

DETALHES

Luís Mendonça (Glassdrive-Q8-Anicolor) atacou para a vitória em Lordelo, na segunda e última etapa da Clássica Ribeiro da Silva, batendo Hugo Nunes (Rádio Popular-Paredes-Boavista) e Rafael Silva (Efapel Cycling). Este foi também o pódio da geral final, com Luís Mendonça a sagrar-se vencedor.

Foto: FPC

A segunda etapa da Clássica Ribeiro da Silva disputou-se hoje entre Rebordosa e Lordelo, num percurso de 136 quilómetros. A corrida teve várias tentativas fuga, com várias equipas a tentarem colocar corredores na frente da corrida.

Daniel Freitas (Rádio Popular-Paredes-Boavista) lançou-se numa fuga solitária, ganhando alguma vantagem para o pelotão. No entanto, a cerca de 30 quilómetros para o final da corrida, um grupo de sete corredores colocou-se em posição intermédia, conseguindo pouco depois alcançar Daniel Freitas.

Neste grupo estavam José Neves (W52-FC Porto), Luís Fernandes (Rádio Popular-Paredes-Boavista), Afonso Eulálio e Frederico Figueiredo (Grassdrive-Q8-Anicolor), Jesús del Pino e Carlos Oyarzún (Aviludo-Louletano-Loulé Concelho) e Bruno Silva (Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados).

Nos 20 quilómetros finais foram vários os corredores a tentarem ganhar vantagem em relação a este grupo da frente, entre eles José Neves, que ainda conseguiu destacar-se do grupo da frente. Todos estes corredores que seguiam na liderança da corrida acabariam por ser absorvidos pelo pelotão na subida final para a meta, com Luís Mendonça (Glassdrive-Q8-Anicolor) a lançar-se ao ataque quando faltavam apenas 200 metros.

Assim, Luís Mendonça conseguiu ganhar uma ligeira vantagem que lhe permitiu ainda conquistar a vitória na geral da Clássica Ribeiro da Silva e a geral por pontos. Hugo Nunes (Rádio Popular-Paredes-Boavista) foi segundo, a três segundos, e Rafael Silva (Efapel Cycling) foi terceiro, a cinco segundos. Por esta mesma ordem ficou também o pódio final, com Hugo Nunes a oito segundos do vencedor, Luís Mendonça, e Rafael Silva, a nove segundos.

Foto: FPC

Nas restantes classificações Luís Gomes venceu a geral da montanha, Daniel Freitas a geral das metas volantes, Sérgio Chumil (Alumínios Cortizo) foi o melhor corredor das equipas de clube e a Rádio Popular-Paredes-Boavista venceu a geral por equipas.