Bruno Silva vence a 1ª Etapa do GP Douro Internacional é o primeiro Camisola Amarela

PARTILHJE

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

DETALHES

Bruno Silva (Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados) vence a 1ª etapa do Grande Prémio Douro Internacional com chegada em Tabuaço, batendo Ricardo Vilela (W52-FC Porto) e André Cardoso (ABTF Betão-Feirense).

Foto:( Igor Martins / Global Imagens )

Bruno Silva vestiu a camisola amarela, tendo três e nove segundos sobre o segundo e terceiro classificados, respetivamente.

Foto:( Igor Martins / Global Imagens )

A movimentação que acabaria por deixar este trio na discussão da primeira etapa do Grande Prémio Douro Internacional aconteceu a cerca de 15 quilómetros da meta, quando ainda havia uma primeira categoria para ultrapassar.

Debaixo de altas temperaturas, que provocaram desistência logo ao cabo da primeira metade da corrida e à mobilização de bombeiros para refrescar os ciclistas, a tirada teve quase sempre o trio Hugo Nunes (Rádio Popular-Boavista), Luís Gomes (Kelly Simoldes) e José Mendes (Aviludo-Louletano) fugido, chegando a vantagem a ser de 2m40s.

Pouco depois dos 100 quilómetros, deu-se a junção dos fugitivos com o pelotão, mas, logo a seguir, formou-se uma nova fuga, na qual Bruno Silva estava incluindo, com Ricardo Vilela (W52-FC Porto) e André Cardoso (ABTF Feirense).

Uma vitória muito especial para Bruno Silva, que regressa desta maneira às vitórias e naturalmente satisfeito no final afirmava que “Um dos grandes adversários foi sem dúvida o calor, etapa entre os 45 graus o que tornou todo o percurso bastante duro, onde os calores aliados às dificuldades do percurso deram um desgaste enorme. Visto de amarelo agora, a equipa confiou em mim para ser o chefe de fila para esta prova e aproveitei da melhor maneira esta oportunidade! Ganhámos, é tanto minha como
também certamente do Pedro Silva que estará a olhar por nós, e esta vitória é para ele.”

Nas restantes classificações, Hugo Nunes lidera nas metas volantes e nas metas autarquias, tendo ainda sido nomeado o ciclista mais combativo do dia. Luís Gomes é primeiro nos sprints, Pedro Silva (Glassdrive/Q8/Anicolor) na juventude, José Mendes nos pontos quentes e Iñigo Gonzalez (Alumínios Cortizo) é o melhor entre as equipas amadoras em prova. A W52-FC Porto lidera coletivamente.

1.ª ETAPA: Tabuaço – Tabuaço » 117,7 km

CLASSIFICAÇÃO INDIVIDUAL NA 1.ª ETAPA

1.º Bruno Silva (Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados) POR, 03h17m56s

2.º Ricardo Vilela (W52-FC Porto) POR, a 03s

3.º André Cardoso (ABF Betão-Feirense) POR, a 09s

4º César Fontes (Kelly/Simoldes/UDO) POR, 11s

5º Alberto Gallego (Rádio Popular-Paredes-Boavista) POR, a 19s

6º Aleksander Grigorev (Atum General/Tavira/AP Maria Nova Hotel) POR, a 29s

7º Inigo Gonzalex (Aluminios Cortizo) ESP, m.t.

8º João Rodrigues (W52/FC Porto) POR, m.t.

9º Samuel Blanco (Atum General/Tavira/AP Maria Nova Hotel) POR, m.t.

10º Joaquim Silva (Efapel Cycling) POR, m.t.

CLASSIFICAÇÃO GERAL INDIVIDUAL – AMARELA (após a 1.ª Etapa)

1.º Bruno Silva (Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados), 03h17m56s

2.º Ricardo Vilela (W52-FC Porto), a 03s

3.º André Cardoso (ABTF Betão- Feirense), a 09s

4º César Fontes (Kelly/Simoldes/UDO) POR, 11s

5º Alberto Gallego (Rádio Popular-Paredes-Boavista) POR, a 19s

6º Aleksander Grigorev (Atum General/Tavira/AP Maria Nova Hotel) POR, a 29s

7º Inigo Gonzalex (Aluminios Cortizo) ESP, m.t.

8º João Rodrigues (W52/FC Porto) POR, m.t.

9º Samuel Blanco (Atum General/Tavira/AP Maria Nova Hotel) POR, m.t.

10º Joaquim Silva (Efapel Cycling) POR, m.t.

A segunda etapa realiza-se esta sexta-feira, sendo composta por 122,6 quilómetros, com partida e chegada em Armamar.