Luís Mendonça vence a 1ª etapa do 31º GP Jornal de Notícias, Maurício Moreira continua líder

PARTILHJE

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

DETALHES

Luís Mendonça (Glassdrive-Q8-Anicolor) superiorizou-se no sprint final da primeira etapa do 31.º Grande Prémio Jornal de Notícias, em Gondomar. O seu colega de equipa, António Carvalho foi segundo, seguido de Rafael Silva (Efapel Cycling).

Foto: Igor Martins/Global Imagens

A primeira etapa em linha do Grande Prémio Jornal de Notícias disputou-se em Gondomar, ao longo de um percurso de 143,7 quilómetros. A tirada foi bastante movimentada logo desde os quilómetros iniciais, com várias tentativas de fuga, inicialmente sem sucesso. 

A fuga acabaria então por se estabelecer cerca do quilómetro 36, com oito corredores. Entre eles Vensceslau Fernandes (ABTF/Feirense), David Delgado (RP/Paredes/Boavista), Daniel Dias (Kelly/Simoldes/UDO), Rui Carvalho (Tavfer/Mortágua/Ovos Matinados), Francisco Rus (Aluminios Cortizo), Sérgio Gnes (GSport) e Manuel Alonso (Supermercados Froiz). Este grupo chegou a ter uma vantagem de 3m15s para o pelotão, que foi sendo comandado pela equipa do camisola amarela, Maurício Moreira (Glassdrive-Q8-Anicolor). 

Ao quilómetro 88, José Mendes (Aviludo/Louletano) e Jacobus Jooste (JV Perfis/Windmob) tentam escapar ao pelotão, mas iniciativa dos dois corredores foi rapidamente anulada. No grupo da frente a harmonia entre os fugitivos deixou de reinar, acabando por condenar o sucesso da fuga. Alguns dos corredores foram ficando para trás, deixando isolados em cabeça de corrida Gonçalo Amado (Tavfer/Mortágua/Ovos Matinados), Venceslau Fernandes (ABTF/Feirense), Sergio Gines (GSport) e David Delgado (RP/Paredes/Boavista).

A fuga continuou a perder elementos e tempo de vantagem para o pelotão, que viria a alcançar o último sobrevivente da fuga do dia, Gonçalo Amado, quando faltavam apenas cinco quilómetros para a meta. Nesta altura era a equipa Efapel Cycling que ia assumindo a frente do pelotão, impondo um ritmo elevando que acabou por reduzir bastante o grupo.

Nos últimos dois quilómetros a Glassdrive-Q8-Anicolor assumiu o comando do pelotão, com Maurício Moreira e António Carvalho a lançarem Luís Mendonça para o sprint final. Mendonça parecia até ter começado a celebração da vitória demasiado cedo, mas acabou por conseguir controlar bem os últimos metros, batendo a concorrência com alguma facilidade. O seu colega de equipa, António Carvalho, fechou na segunda posição, seguido de Rafael Silva (Efapel Cycling), em terceiro lugar. 

Na geral individual não houve alterações no topo da tabela, onde segue Maurício Moreira, com 16 segundos de vantagem sobre Joaquim Silva (Efapel Cycling) e 19 segundos sobre Tiago Antunes (Efapel Cycling). O uruguaio é também líder da classificação por pontos. A geral da montanha é comandada por Gonçalo Amado, a de metas volantes e a geral de sprints por Francisco Morais (Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados), a juventude por Daniel Dias (Kelly-Simoldes-UDO), a geral metas autarquias por Diogo Gonçalves (Santa Maria da Feira/Segmento D’Época/Reol) e a geral amador por Alex Hoehn (Drone Hopper/GSport/Grupo Tormo). Na geral por equipas lidera a Glassdrive-Q8-Anicolor. 

A segunda etapa da prova terá 103,9 quilómetros, com partida e chegada em Santo Tirso. Os corredores vão sair pelas 12h00, estando a chegada prevista para as 14h25.