Motorista que atropelou fatalmente Davide Rebellin já foi identificado

PARTILHJE

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

DETALHES

A polícia italiana, em colaboração com as autoridades alemãs, identificaram esta sexta-feira o camionista de nacionalidade alemã que atropelou e matou o antigo ciclista italiano Davide Rebellin nas imediações do município de Montebello Vicentino (Vicenza, nordeste de Itália) na passada quarta-feira, 30 de novembro.

Rebellin, de 51 anos, que encerrou sua carreira desportiva há pouco mais de um mês e meio, estava a treinar de bicicleta quando foi atropelado por um caminhão.

O motorista do caminhão, de 50 anos, estava plenamente ciente da gravidade que causou ao ciclista quando saiu do veículo e voltou imediatamente para continuar seu caminho, de acordo com o Ministério Público de Vincenza, graças aos depoimentos das pessoas que vieram ajudar o ciclista no momento em que ele foi atropelado.

Graças às imagens de uma câmera de segurança próxima, o veículo foi identificado, com a colaboração da Agência Tributária e do Centro de Cooperação Policial da Itália, Áustria e Eslovênia, descobriu-se que pertencia a uma companhia de camionagem alemã que tinha um motorista que estava na Itália a trabalhar no dia 30 de novembro, disse o Ministério Público em comunicado.

O motorista, irmão do proprietário da empresa de transportes, já havia sido condenado pelo Tribunal Italiano de Foggia (sul) por não prestar assistência após um acidente de trânsito às pessoas afetadas em 2001, em 2014 sua carteira de motorista foi retirada em Chieti (centro-leste) por dirigir embriagado.

A Procuradoria de Vincenza, que agora procederá à autópsia do corpo de Rebellin, continua com o trabalho de investigação para a reconstrução exata dos fatos.